Coordenadoria de Controle de Doenças

A A A Tamanho do texto

01/06/2022 - Transexualidade no SUS é tema de edição especial do BEPA

Está aberta a chamada para submissão de artigos e outros conteúdos sobre o tema

 

 

 

 

Está aberta a chamada para a submissão dos artigos científicos que irão compor a edição temática do Boletim Epidemiológico Paulista sobre “Transexualidade no SUS”. Os trabalhos inéditos devem ser submetidos até o dia 15/09, exclusivamente pelo link https://bit.ly/submissão_bepa, que também traz diretrizes aos autores sobre as normas e categorias de conteúdos publicados pelo BEPA.

 

 

 

Público-alvo

Profissionais da área da saúde pública, pesquisadores, estudantes ou trabalhadores que atuem com essa parcela da população, em qualquer unidade estadual do território nacional.

 

 

 

Objetivo

No Brasil, informações sobre a população trans ainda são escassas. Um dos  estudos sobre o tema foi apresentado em novembro de 2021,  pela Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista (Unesp). De acordo com os dados apresentados, o número de adultos transgêneros e não-binários no Brasil pode chegar até quase 3 milhões de indivíduos, em números absolutos isso corresponde a aproximadamente 2% dos brasileiros.

 

Apesar do número significativo de pessoas trans no país, essa parcela da população é altamente vulnerável e estigmatizada, com uma expectativa de vida menor que a de outros grupos populacionais.  Seja por motivações sociais, como violência, prostituição, transfobia e a falta de oportunidades no mercado de trabalho; ou pela dificuldade de acesso e resistência na busca de serviços de saúde, abandono de tratamento médico, absenteísmo e falta de acompanhamento psicológico, por exemplo.

 

Em São Paulo, a Secretaria de Estado da Saúde (SES-SP) conta com profissionais preparados para lidar com as dificuldades e demandas específicas desse grupo social. A SES-SP também é responsável pela elaboração de protocolos clínicos, por desenvolver e avaliar tecnologias e modelos assistenciais e promover atividades integrando movimentos sociais, e de treinamento para profissionais de saúde nessa área de atuação, com vistas a apoiar a criação de outros serviços.

 

Por estas razões, esta edição temática do BEPA sobre “Transexualidade no SUS” tem por objetivo expandir a realização de pesquisas que identifiquem as necessidades de saúde das pessoas trans, contribuindo com a produção científica, disseminação do conhecimento com objetivo de formação dos profissionais da área da saúde a fim de contribuir com a inclusão e permanência desse público nos serviços de saúde do SUS.

 

 

 

Editores convidados

. Jean Gorinchteyn - Secretário de Estado da Saúde de SP

. Alexandre Gonçalves - Diretor Técnico do Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS-SP

. Maria Amelia Veras - Professora do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

 

 

Serviço: Edição Temática BEPA - Transexualidade no SUS
 

Submissão de artigos originais:  https://bit.ly/submissão_bepa
Data: 01/06 a 15/09
Site: https://bit.ly/boletim_epidemiologico_paulista
Telefone: (11) 3066-8823/8825
E-mail: bepa@saude.sp.gov.br
Não recebemos nenhuma submissão por e-mail, contato apenas para informações. 

 

Comunicar Erro




Enviar por E-mail






Colabore


Obrigado