Instituto de Saúde

A A A Tamanho do texto

Instituto de Saúde promove CurSUS na DRS de Marília para apoiar atenção primária na pandemia 

 

 

25 de setembro de 2020 

 

O CurSUS é um dos programas de formação para os profissionais do SUS promovido pelo Instituto de Saúde. A diferença do CurSUS, porém, é que ele é feito por solicitação das Diretorias Regionais de Saúde - as DRS – para atenderem as necessidades específicas de cada uma a cada momento. 

 

Neste momento, por exemplo, em que é necessário apoiar os municípios em sua resposta à COVID-19, o Instituto de Saúde está promovendo um curso piloto para promover a “Atenção Primária à Saúde no Contexto da Pandemia pelo Novo Coronavírus” em conjunto com a DRS IX de Marília. Também por imposição da pandemia, este CurSUS será virtual, por meio de encontros online, como o Instituto de Saúde tem promovido ao longo de todo este ano. 

 

“Esse formato permite que a gente faça reflexões sobre a prática mesmo durante a pandemia”, observa Mônica Viana, pesquisadora do Instituto e coordenadora do curso. 

 

 
 


Até 30 de outubro o Instituto vai concluir essa versão piloto em três municípios de pequeno porte da região de Ourinhos com a oferta de duas turmas de 20 participantes cada. Após a avaliação dos resultados e definição do formato final, o projeto será ampliado para os demais municípios da DRS de Marília e, em seguida, para todo o estado. 

 

O curso retoma as principais diretrizes para o trabalho na atenção primária durante a pandemia, identifica as estratégias mais bem sucedidas e discute os principais obstáculos encontrados para uma abordagem de saúde comunitária nos territórios. 

Os participantes têm assim uma oportunidade para compartilhar e discutir suas experiências de trabalho na atenção primária à saúde, a partir da realidade em que vivem. Deste modo, o CurSUS oferece um apoio importante para os agentes comunitários compreenderem e acentuarem o seu papel na proteção da saúde da população durante a pandemia. As próximas turmas, porém, irão incluir também os demais profissionais e gestores da saúde. 

 

“Os alunos têm aproveitado bastante esse espaço para contar como têm organizado o trabalho deles na pandemia e as dificuldades encontradas. A avaliação e a participação deles têm sido muito positivas. Com todas as dificuldades enfrentadas, eles têm participado e interagido. É bem legal!”, resume Mônica. 

 

Núcleo de Comunicação Técnico-Científica 

Comunicar Erro




Enviar por E-mail






Colabore


Obrigado