Secretaria de Estado da Saúde

A A A Tamanho do texto

Saúde promove caminhada contra o Aedes neste domingo

Ação, que acontece no Parque da Água Branca, ocorre em comemoração ao Dia Mundial da Saúde e oferecerá oficina educativa para crianças e palestras sobre o mosquito Aedes aegypti

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo promove neste domingo, 10 de abril, a partir das 9h, uma "Caminhada contra o Aedes aegypti" no Parque da Água Branca, zona oeste da capital.
 

O evento ocorre em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, celebrado no dia 7 de abril, e terá como temática a conscientização da população no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya e zika vírus.
 

Além da caminhada para os adultos, que começa às 9h30, às 10h00 uma "caminhadinha" para estimular as crianças a praticarem exercícios físicos também está programada.
 

Será instalada uma estrutura no Pavilhão I do parque, onde a partir das 9h profissionais de saúde passarão orientações sobre o mosquito, as doenças e os cuidados necessários para evitar a proliferação de criadouros.         
 

Profissionais da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), Instituto Butantan, Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo), Coren (Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo), dentre outros, serão os palestrantes. Uma exposição interativa e ilustrada do Instituto Butantan irá detalhar como é a circulação do mosquito Aedes aegypti no mundo e como é o desenvolvimento da primeira vacina brasileira contra a dengue pela instituição.
 

Para as crianças, um teatro de fantoches acontecerá às 11h30 e às 14h30, abordando o tema do Aedes aegypti,além de uma oficina educativa entre 9h e 16h com jogos, pinturas e atividades lúdicas também sobre o mosquito.
 

"Com esse tipo de ação promovemos o conhecimento dos benefícios de um estilo de vida ativa e contribuímos de forma efetiva para o combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, o que é fundamental para prevenir a proliferação de possíveis criadouros e educar as crianças sobre a importância desse cuidado", diz o secretário de Estado da Saúde de São Paulo, David Uip.

Publicado por Assessoria de Imprensa em

Comunicar Erro




Enviar por E-mail






Colabore


Obrigado